Zéfiro | Hip Hop e a Filosofia
Utilizamos cookies para dar uma melhor experiência e eficiência de navegação. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.
Entendi
Por favor aguarde
10 %
Hip Hop e a Filosofia
Hip Hop e a Filosofia
17,91 € 19,90 €
Poupe: 1,99 €

DA RIMA À RAZÃO
de William Irwin (Coordenação)

  • ISBN: 9788537001387
  • Stock: Disponível
  • Editora: Madras


Sobre o Livro

O Hip Hop é um gênero musical incompreendido por muitas pessoas. Recentemente, tem sido associado ao estilo ostensivo dos cantores de rap, que exibem seus carrões e correntes de ouro, ou ainda, a músicas depreciativas, principalmente em relação às mulheres.

No entanto, poucos sabem que o Hip Hop tem suas raízes fixadas em uma forte ideologia de emancipação dos negros e na redução da desigualdade social decorrente do preconceito racial.

Essa disparidade fez com que os autores Derrick Darby e Tommie Shelby examinassem mais detalhadamente esse gênero musical e, baseados em seus conhecimentos filosóficos, produzissem Hip Hop e a Filosofia – Rhyme 2 Reason, com o intuito de mostrar que, mesmo com a popularização do Hip Hop, ainda é possível extrair muito de sua essência africana e de seu conteúdo contestador.

Por isso, este livro não é interessante apenas para aqueles que apreciam o Hip Hop, pois ele também ampliará seu conhecimento com relação a uma comunidade específica, e, por meio das analogias com filósofos como Nietzsche, Platão, Hobbes, Mill, entre outros, você irá se deparar com posições às vezes antagônicas, porém consistentes, sobre o comportamento do ser humano independentemente da sua raça.


Biografia

Derrick Darby nasceu no sul do Bronx e cresceu em Queensbridge Housing Projects, em Nova York. Após se formar no MLK Jr. High, em Manhattan, bacharelou-se em Filosofia pela Universidade de Colgate e recebeu o título de Ph.D. em Filosofia pela Universidade de Pittsburgh.

Tommie Shelby também é Ph.D. em Filosofia pela Universidade de Pittsburgh. É professor associado na John L. Loeb de Ciências Sociais na Universidade de Harvard, onde leciona no Departamento de Estudos Africanos e Afro-Americanos e no Comitê de Graus de Estudos Sociais.

Ambos se juntaram para provar que a Filosofia é intrínseca a todas as formas de expressões culturais, e que “o Hip Hop e a sua freqüente busca épica pelo que é real são parte da tecnologia de poder, de Foucault, e um campo de batalha onde símbolos, histórias, políticas, arte, vida e todos os aspectos do sistema social são contestados. Não é uma interminável busca nietzschiana pela verdade, mas uma determinação de expô-la e, com criatividade, representar todas as suas manifestações.”

Este livro faz parte de uma série coordenada por William Irwin, da qual já foram traduzidos Buffy: A Caça-Vampiros e a Filosofia, coletânea de James B. South; Harry Potter e a Filosofia, coletânea de David Baggett e Shawn E. Klein; Os Simpsons e a Filosofia, de Aeon J. Skoble, Mark T. Conard; Matrix – Bem-vindo ao Deserto do Real; A Família Soprano e a Filosofia, de Peter Vernezze e Richard Greene; A Paixão de Cristo e a Filosofia, de Jorge J. E. Gracia; e Seinfeld e a Filosofia, todos lançados pela Madras Editora.


Detalhes

Título: Hip Hop e a Filosofia
Subtítulo: Da Rima à Razão
Autor: William Irwin (Coordenação)
Editora: Madras
Nº de Páginas: 240
Língua: Português
ISBN: 9788537001387
Ano de Edição: 2006
Encadernação: Capa Mole
Dimensões: 16 x 23 x 0,6 cm
Peso: 310 g

Categorias:

Outros
Outros > Outras Categorias
Outros > Outras Categorias > Arte
Outros > Outras Categorias > Música
Filosofia


Opinião dos Leitores